Reverências Aos Pujaris

Servir Diretamente ás Deidades

O Pujari é o coração de um Templo, pois todas as atividades giram em torno das Deidades adoradas em cada Yatra. A disciplina é um fator de extrema importância e nada pode extrapolar os minutos e segundos nas muitas etapas do serviço.

Tudo começa ao acordar antes do amanhecer, purificar o corpo, adornar com tilaka, usar roupas limpas, recitar Mantras, usar Mudras para entrar no recinto, e despertar as Deidades.  

Desde as primeiras oferendas do dia, às cerimônias de Aratis, até o fim da noite, requer do Pujari dinamismo, ordem e muito amor. Esse conjunto de fatores resplandecem no abrir das cortinas em suas apresentações.

Cada parafernália, cada vaso de flores, as belas roupas, a decoração, são detalhes que no primeiro momento nos deixam tontos, fogem ao nosso olhar, mas que se harmonizam e completam o mais belo quadro das nossas Deidades. E ficamos em total êxtase admirando minuciosamente o resultado final deles: Os Pujaris.

Sim, os Pujaris, que dedicam grande parte de seu tempo na seva da adoração ás Deidades, seguindo um padrão estabelecido por Srila Prabhupada, fundador da ISKCON. Só quem já auxiliou um deles, realizou a veracidade destes fatos.

A Assessoria de Comunicação da ISKCON – Bahia, agradece e presta reverências aos Pujaris, Ananta Virya Devi Dasi, Munisvara Dasa e Kripasindhu Dasa, por manterem as Deidades do Senhor Jagannatha, Baladeva, Subhadra e Gaura Nitai, sempre refulgentes aos nossos olhos.  

Angelina Miranda – Gandharvika Devi Dasi (HDG).

Salvador Mandir
As Deidades
Kripasindhu Dasa
Munisvara Dasa
Kripasindhu e Ananta Virya Devi Dasi

Link permanente para este artigo: http://iskconbahia.com.br/reverencias-aos-pujaris/