Damodara – Kartika

Na Literatura Védica Novembro é denominado o mês de Kartika, quando ocorreu o auspicioso advento de Krsna Damodara. A diversão preferida dele era quebrar os potes de manteiga que sua mãe Yasoda deixava pendurados na dispensa, depois chamava os amiguinhos, para se lambuzarem com tão deliciosa iguaria. Um dia zangada com as travessuras de Krsna, ela pegou uma corda e tentou amarra-lo em um pilão de madeira. Mas ele começou a brincar fazendo com que ela não conseguisse unir as pontas com um nó. Depois de um longo tempo, vendo sua mãe cansada sem conseguir realizar o castigo, por amor a mãe Yasoda, Damodara se deixou amarrar. Durante o período de Kartika, é auspicioso oferecer uma “mechinha” muito simples de fazer. Enrolar algodão em um palito e molhar no gee (manteiga clarificada) e acender. Ao som do Mantra Damodarastaka, e diante de uma foto de Krsna amarrado ao pilão de madeira, deve-se oferecer a lamparina a Krsna Damodara com movimentos circulares: 4 vezes nos pés, 2 na cintura, 3 na cabeça e 7 ao redor do corpo. Pode oferecer as pessoas que estão na sala e colocar o palito em um prato de areia. Finalizar com reverência a Suprema Personalidade de Deus. Hare Krsna!

Angelina Miranda – Gandharvika Devi Dasi

Link permanente para este artigo: http://iskconbahia.com.br/damodara-kartika/