A História do Vrata Aja Annada Ekadashi

História do Aja Annada Ekadasi

Yudhishthira Maraja disse: “Ó Janardana, protetor de todas as entidades vivas, por favor, diga-me o nome do Ekadashi que ocorre durante a quinzena obscura do mês de Bhadrapada, agosto – setembro”.

O Senhor Supremo Sri Krishna respondeu: Ó rei ouça com atenção, o nome deste Ekadashi que remove pecados é Aja ou Annada. Qualquer pessoa que jejue completamente nesse dia e adore Hrsikesha, o senhor dos sentidos, torna-se livre de todas as reações de seus pecados. Até quem apenas ouve sobre este Ekadashi se livra de seus pecados passados. Ó rei, não há dia melhor que este em todo o mundo terrenos ou celestiais. Isto sem dúvida é verdade.

Uma vez vivia um famoso rei chamado Harishchandra, e tinha um filho chamado Lohitashva. Pela força do destino, entretanto, Harishchandra perdeu seu reino e vendeu sua esposa e filho. O próprio rei piedoso tornou-se servente doméstico de um comedor de cachorros, que o fazia cuidar de um crematório. No entanto, mesmo fazendo um trabalho tão baixo, não abandonou sua veracidade e bom caráter, assim como o soma-rasa, quando misturado com outro líquido, não perde sua capacidade de conferir imortalidade.
O rei passou muitos anos nessa condição. Então certo dia pensou: Que farei? Onde devo ir? Como posso ser salvo dessa sina? Desta forma ele estava soçobrando num oceano de ansiedade e sofrimento.

Certo dia um grande sábio calhou de passar por ali, e quando o rei o viu pensou contente: “Ah o Senhor Brahma criou brahmanas só para ajudar os outros”! Harishchandra prestou suas respeitosas reverências ao sábio, cujo nome era Gautama Muni. De palmas unidas o rei postou-se de pé diante de Gautama e narrou sua lamentável história. Gautama Muni ficou surpreso ao ouvir a triste estória do rei. Pensou: “Como esse rei foi reduzido a coletar roupas dos mortos!” Gautama teve muita compaixão por Harishchandra e instruiu no processo de jejuar para purificação.

Gautama Muni disse: “Ó rei, durante a quinzena obscura do mês de Bhadrapada ocorre um Ekadashi especialmente meritório chamado Aja ou Annada, que remove todos os pecados. De fato, esse Ekadashi é tão auspicioso que se simplesmente jejuares nesse dia e não realizares mais nenhuma austeridade, todos os teus pecados serão nulificados. Por tua boa fortuna está chegando a data daqui a sete dias. Portanto induzo-te a jejuar nesse dia e permanecer acordado durante a noite. Se o fizeres, todas as reações dos teus pecados passados chegarão ao fim. Ó Harishchandra, vim aqui por causa de teus atos piedosos passados. Agora, toda boa fortuna a ti no futuro”. Dizendo isto, o grande sábio Gautama imediatamente desapareceu.

O rei Harishchandra seguiu as instruções de Gautama com relação a jejuar no sagrado dia do Aja Ekadashi.  Ó Yudhishthira, por que o rei jejuou nesse dia, as reações a seus pecados passados foram completamente destruídas imediatamente. Ó leão entre os reis, veja só a influência deste Ekadashi. Ele imediatamente vence quaisquer misérias que se esteja sofrendo como resultado de atividades pecaminosas anteriores. Assim, todas as misérias de Harishchandra foram aliviadas. Apenas pelo poder desse maravilhoso Ekadashi ele foi reunido com sua esposa e filho que tinham morrido e porém agora voltavam á vida. Nos céus os semideuses começaram a tocar seus timbales celestiais e choviam flores em Harishchandra, sua rainha e seu filho. Pelas bên&cced il;ãos do jejum de Ekadashi, ele recuperou seu reino sem dificuldade. Além do mais, quando o rei Harishchandra deixou este planeta, seus parentes e todos os seus súditos foram com ele para o mundo espiritual.

“Ó Pandava, quem quer que jejue no Aja Ekadashi certamente se liberta de todos os seus pecados e ascende ao mundo espiritual. E quem ouve e estuda as glórias desse Ekadashi consegue o mérito auferido por realizar um sacrifício de cavalo”.

E assim termina a narrativa das glórias do Bhadrapada Ekadashi ou Aja Ekadashi do Brahma Vaivarta Purana.

Link permanente para este artigo: http://iskconbahia.com.br/a-historia-do-vrata-aja-annada-ekadashi/